O querigma, anúncio que favorece a experiência pessoal com Cristo, encontra sua mensagem na Palavra de Deus; o seu conteúdo central está em deixar evidente a redenção e salvação da pessoa em Cristo Jesus. Trata-se de reconhecer em Jesus a presença do Deus da vida, crer que Ele revela, manifesta e torna presente a misericórdia de Deus para com todas as pessoas e reconhecê-lo como Senhor. No querigma, a preocupação é adentrar na relação de fé, que leva a uma conversão inicial, na perspectiva da revelação divina à pessoa humana.

O conteúdo fundamental do querigma, portanto, é a morte e ressurreição de Jesus enquanto acontecimento salvífico, por amor e sem reservas. Não pode ser reduzido a discurso ou exortação moral: é a proclamação de um acontecimento de salvação, proclamação da vida de Jesus que provoca e abre caminhos para uma experiência de encontro pessoal. Este conteúdo não é explicação de conceitos, antes, uma experiência que toca a liberdade, reorienta as escolhas e dá sentido à vida.

Pertence também ao conteúdo do querigma o apelo à conversão: o querigma mais que uma mudança intelectual ou proposta de adesão da razão a uma verdade demonstrada, é conversão que atinge o sentimento e a vontade, atinge o coração das pessoas que se deixam evangelizar e serem tocadas pela ação salvífica de Deus.

É ainda fundamental no anúncio querigmático o convite à participação na vida nova em Cristo e na missão da Igreja, aprofundando as verdades da fé. O batismo é o rito fundamental pelo qual o discípulo que acolhe este anúncio de Jesus é mergulhado em sua morte e ressurreição e começa a participar da vida divina em Cristo, vivendo como criatura nova na comunidade Igreja.

A resposta ao anúncio querigmático é existencial, toca na vida da pessoa. Trata-se de uma verdadeira conversão por meio da qual ocorre o arrependimento do mal feito e do bem não realizado, como também a adesão consciente a Jesus Cristo e seu projeto. O início do ser cristão, como nos orientou o papa Bento XVI, não consiste em uma grande decisão ou ideia, mas no encontro com o acontecimento, com uma Pessoa, que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo definitivo. Anunciemos Cristo!

Terminaremos em julho o assunto do querigma, aprofundando um pouco sua metodologia. Envie também sua dúvida que poderá ser respondida na próxima edição do jornal, escreva e-mail para robertobocalete@hotmail.com. Obrigado e até o próximo mês.

Pe. Roberto Bocalete
Administrador Paroquial da Paróquia São João Batista – Américo de Campos

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Conteúdo relacionado

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.