Artigos, Pe. Marcelo Vieira › 03/11/2016

Misericórdia: experiência da Partilha e da Justiça

A Bula de proclamação do Ano Santo da Misericórdia “MISERICORDIE VULTUS” foi instituído, pelo Francisco, para celebrar e experimentar a Misericórdia de Deus. O convite é uma possibilidade de aprofundar aquilo que essencial à nossa fé. Para refletir sobre o assunto indico a leitura do texto de Lucas, capitulo 19, versículos 1-10.

O texto indicado põe em destaque a figura de Zaqueu, chefe da cobrança de impostos e muito rico. O texto diz que Zaqueu procurava ver Jesus que devia passar pelas ruas em Jericó, e como era muito baixo, procurou uma forma de se destacar para vê-lo passar. A surpresa foi grande, quando o próprio Jesus pediu para ficar em sua casa. Todos olhavam surpresos com a atitude de Jesus, pois estava falando com alguém que não era socialmente bem quisto. A experiência que Zaqueu faz da misericórdia de Jesus leva-o também a praticar a misericórdia com seus irmãos, quando, de pé, faz a declaração de partilhar a metade de seus bens com os pobres e também devolver quatro vezes mais, se tivesse sido injusto com alguém.

Quero chamar a atenção para a atitude de Zaqueu que se sente amado por Jesus, e passa a amar também os irmãos. Uma experiência verdadeira da misericórdia de Deus leva a pessoa a realizar uma verdadeira mudança em sua vida, envolvendo todos os aspectos de sua vida, inclusive o econômico. Zaqueu aprende que a partilha é essencial à fé e à vida, pois leva à justiça que envolve todas pessoas, direta ou indiretamente. Aproveite essa oportunidade do Ano da Misericórdia que está se encerrando. Espero que você termine esse ano da misericórdia melhor do que você começou. Espero que você termine esse ano menos egoísta e mais justo com quem você já praticou alguma injustiça.

Pe. Marcelo Vieira

Pe. Marcelo Vieira

Ver todos os posts
Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.