Artigos, Dicas de Saúde › 17/07/2017

Resiliência: A capacidade de “dar a volta por cima” e recomeçar

Resiliência é um termo do campo das ciências físicas e refere-se à capacidade de os materiais voltarem a sua forma original, quando são forçados a deformar-se, sendo expostos a uma pressão. Transpondo este conceito de uma forma mais abrangente, significa apresentar uma resistência aos choques. E esse entendimento tem sido usado nas áreas de saúde, finanças, indústria, sociologia e psicologia.

Resiliência é a capacidade concreta de retornar ao estado natural de excelência, superando uma situação crítica e fora do comum, tirando proveito dos sofrimentos inerentes às dificuldades.

A resiliência é, portanto, a capacidade que uma pessoa tem de se adaptar ou evoluir, a partir de uma situação adversa. É aquela “volta por cima”, ou “entrar nos eixos” novamente, depois de um furacão negativo que passou pela vida.

É importante saber que a pessoa resiliente adoece menos, toma decisões mais acertadas, assume riscos controlados, trabalha melhor em equipe e consegue assumir mais responsabilidade. Por ter maior equilíbrio emocional, consegue usar suas habilidades e interagir de forma mais amigável com as pessoas.

O que faz com que algumas pessoas sejam mais resilientes do que outras?

Várias pesquisas tentaram descobrir características ou fórmulas para as pessoas terem esta capacidade de resiliência e entre elas destacam-se:

a)    Habilidade de compreender os eventos que viveram e integrar essa compreensão à sua vida como um todo, ou seja, possuir uma visão de mundo (por exemplo, um conjunto de crenças religiosas, espirituais ou filosóficas) dentro da qual esse sofrimento adquira algum sentido, ela conseguirá superar esse trauma mais facilmente.

b)    A habilidade de dar sentido emocional à vida (sentir que a vida tem significado) e perceber os problemas mais como desafios do que como cargas pesadas.

c)    A habilidade de usar os recursos de que dispõe para lidar com os problemas da vida ao invés de ficar na atitude de “eu não posso fazer nada porque não tenho dinheiro, ou não tenho amigos influentes, ou estudos”, etc. Assim entendemos que é importante que essa visão do mundo leve a pessoa a uma atitude ativa perante seu ambiente.

Mas sem dúvida o caminho mais eficaz é a fé.

É comum ouvirmos relatos de pessoas que afirmam ter superado alguma adversidade em sua vida utilizando-se simplesmente da fé. Independente da crença, religião ou credo todo o ser humano precisa ter fé. Como um “seguro de vida” carecemos do amparo de um Ser Superior, Onipotente e capaz de livrar-nos, seja qual for o perigo, a despeito das nossas fraquezas e limitações.

A fé é capaz de atenuar o sofrimento, trazer esperança, enxergar caminhos alternativos, mobilizar o indivíduo a agir para superar a dor e não se deixar sucumbir por ela.

A fé é o principal “combustível” para a nossa capacidade em “dar a volta por cima” e recomeçar.

 

Dr. Rubens Siqueira

Dr. Rubens Siqueira

Ver todos os posts
Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Conteúdo relacionado

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.