Artigos, Dicas de Saúde › 19/02/2018

A grande diferença entre remorso e arrependimento

chamamos de remorso quando uma pessoa faz ou fala alguma coisa errada, e a seguir é dominada por um sentimento negativo, que muitas vezes é caracterizado por uma autocensura e acaba se “remoendo” por dentro desencadeando sentimento de culpa e podendo ocasionar varias doenças emocionais.

Já o arrependimento, ao cometer uma atitude errada, a pessoa decide por uma mudança, por uma transformação, ou seja, decide não fazer mais aquilo.

O verdadeiro arrependimento é fruto de um coração transformado, de uma vida transformada, de uma mudança total de mentalidade. Significa dar meia volta e seguir na direção oposta, como se estivesse dirigindo um carro e decidisse fazer o retorno e seguir na outra direção.

Por isso,  o arrependimento é essencial para ser cristão, pois é através dele que decidimos abandonar a vida de pecado e seguir a Jesus, com uma mudança de rumo em nossa vida (conversão).

Para exemplificar a diferença entre remorso e  arrependimento vamos usar dois personagens bíblicos: Judas, o que traiu Jesus, cometeu um grave erro, traiu o Senhor  por 30 moedas de prata e o entregou aos soldados com um beijo. Diante desse fato o remorso tomou conta dele, mas não o arrependimento. Se o arrependimento estivesse na vida de Judas o seu destino teria sido diferente, pois teria buscado ocasião de pedir perdão a Jesus de alguma forma, mas como foi remorso acabou se enforcando.

 

Por outro lado, o apóstolo Pedro também “pisou na bola” com Jesus. Diante das pessoas que o questionavam sobre conhecer a Jesus, Pedro O negou três vezes. Porém ao ver o erro que tinha cometido, Pedro chorou amargamente e se arrependeu, e não apenas sentiu remorso. Sabemos que ele se arrependeu pelos frutos de arrependimento vistos na vida dele, pois, diferente de Judas que foi se enforcar, Pedro logo depois estava junto aos discípulos, buscando novamente a Jesus e permaneceu firme na fé crescendo a cada dia na sua maturidade espiritual.

Em resumo o remorso nos joga para baixo e o arrependimento para cima.

O remorso até faz você ver o erro que cometeu, mas não faz diferença na sua vida. O arrependimento sim, produz uma transformação denominada  conversão (metanoia) mudando de forma radical o seu “centro de referência”, antes direcionado a si mesmo (egoísmo) e agora direcionado a Deus.

Dr. Rubens Siqueira

Dr. Rubens Siqueira

Ver todos os posts
Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.