Igreja no Mundo › 01/11/2018

Lição do Sínodo: Igreja próxima aos jovens

O Arcebispo de Los Angeles (Estados Unidos), Dom José Gomez, indicou que uma das lições do Sínodo dos Bispos para a Igreja Católica é que deve acompanhar os jovens para que descubram o plano de Deus para suas vidas.

Em sua recente reflexão, o Prelado indicou que “o Sínodo encorajou todos nós, que fazemos parte da Igreja, a fazer um renovado compromisso de caminhar com os nossos jovens”.

Dom Gomez indicou que a palavra “acompanhamento” foi um dos slogans deste sínodo, realizado em Roma entre 3 e 28 de outubro.

O Arcebispo de Los Angeles explicou que “acompanhar os jovens significa chamá-los à conversão como Jesus fez, chamá-los a abrir seus corações e mudar suas vidas para que possam conhecer o amor de Deus e o plano que Ele tem para a felicidade deles”.

“E, à medida que avancemos juntos, devemos levar em consideração que a nossa viagem tem um destino. Estamos a caminho de Deus, nosso Pai, que é a fonte do amor e a razão e o sentido da nossa vida”, acrescentou.

O Prelado assinalou que, “sempre que acompanhamos os jovens na Igreja, estamos caminhando com Jesus Cristo, seguindo-o com amor, vivendo de acordo com as suas palavras, ensinamentos e exemplo”.

“De fato, só podemos chegar ao nosso destino seguindo o caminho que Ele nos mostra. Se não estamos caminhando juntos e não seguirmos seus passos, estaremos apenas andando em círculos”, continuou.

Dom Gomez destacou a importância do acompanhamento aos jovens, porque atualmente as “desgraças do mundo, os escândalos, o materialismo avassalador e o consumismo da nossa sociedade tecnológica tendem a nos deixar cegos à presença de Deus, a qualquer percepção de que existe uma dimensão que transcende a realidade”.

“De muitas maneiras práticas, vivemos em um mundo no qual Deus já não importa. E fica cada vez mais difícil acreditar que na realidade que percebemos há algo mais do que podemos ver e experimentar através de nossos sentidos”, destacou.

Assim, o Prelado recordou que na Igreja Católica “temos a verdade e o mundo espera o nosso testemunho. Mas não podemos compartilhar o que não estamos vivendo”.

É necessário, manifestou, “acreditar que só Jesus tem as palavras da vida, que encontraremos em seus ensinamentos”.

“Isso é o que os jovens buscam na Igreja: líderes nos quais possam confiar para que lhes digam a verdade sobre a vida”, indicou.

“Estes jovens querem conhecer a verdade; a verdade real, não as nossas ideias ou preferencias pessoais. Eles não querem que digamos o que nós pensamos que eles querem escutar. Os jovens querem saber qual é a resposta que Jesus nos dá”, ressaltou.

Para o sucesso desse desafio, Dom Gomez convidou a imitar São João Paulo II, que “não tinha medo de falar com força aos jovens. Ele os chamou à grandeza, mas também queria que fossem realistas”.

“O caminho de Jesus pode nos levar à cruz, mas não há outra maneira de encontrar a verdade e a vida, ele dizia”, recordou.

 

Fonte: ACI Digital

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.