Artigo – Agosto: mês vocacional

Agosto: A diversidade de vocações celebrada na unidade da Igreja

 

Por André Botelho
Jornalista

 

Levar as Comunidades ao engajamento no processo vocacional, conscientizando as mesmas da responsabilidade nesse processo é o principal objetivo do mês dedicado às Vocações. E ele foi instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, reunida em sua 19ª Assembleia Geral, em 1981. Agosto, então, passou a ser celebrado na diversidade de dons, mas na unidade da Igreja que reza pelos Ministros Ordenados, pelas Famílias, pelos Consagrados e pelos Cristãos Leigos e Leigas.

Com o tema “Amados e chamados por Deus”, o Mês Vocacional tem como lema versículo extraído do Livro do Profeta Isaías: “És precioso a meus olhos… Eu te amo” (Is. 43, 4). “Neste ano de 2020, a primeira verdade é que Deus nos ama, então isso está muito presente no tema e no lema (…) que é uma citação bíblica que consta no documento do Papa, na Exortação Apostólica Christus Vivit (…) Em qualquer circunstância somos amados infinitamente, então o Mês Vocacional quer de algum modo enfatizar esta vocação: fomos chamados a amar, porque fomos antes de tudo amados”, afirmou dom José Alburquerque, bispo referencial da Pastoral Vocacional.

Hora da Família

Contemplada a vocação dos Ministros Ordenados, no trânsito da primeira semana de agosto, os fiéis se voltam, em especial entre os dias 9 e 15, para as Famílias. O dia dos pais, celebrado no 19º Domingo do Tempo Comum, foi ocasião para a abertura da Semana Nacional dedicada às “células da sociedade”. A “mobilização”, que ocorre desde 1992, tem como tema, em 2020, “Eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24, 15). “Que possamos fazer em nossas casas, a nossa pequena Igreja doméstica, acontecer também a Semana da Família, com nossos filhos, com nossos netos, enfim, com aqueles que convivem conosco. Aproveitemos esse momento especial de graça que Deus está nos dando para realizar e também celebrar a Semana da Família”, incentivou o casal coordenador nacional da Pastoral Familiar, Luiz e Kátia Stolf.

Programação

Nas semanas seguintes, a partir de 16 de agosto, muitas atividades estão previstas: em sua maioria em “ambiente virtual”. No dia 17 de agosto, às 15h, será realizada transmissão ao vivo com o tema “Vocação e Institutos Seculares”. A iniciativa, em parceria com as edições CNBB, contará com a participação de dom João Inácio Müller, Aparecida de Guadalupe Cafaro e padre Juarez Albino Destro. Já no dia 19, às 15h30, o terço vocacional será dedicado à vocação à vida consagrada.

Encerrando a programação do Mês Vocacional, em sua última semana, dia 24 de agosto, às 15h, nova transmissão ao vivo, igualmente em parceria com as Edições CNBB, destacará a vocação dos cristãos leigos e leigas e a paróquia vocacional. Dom João Francisco Salm, Sônia Gomes de Oliveira e o padre João Cândido da Silva Neto debaterão o tema. O Terço Vocacional, dia 26, a partir das 15h30, terá a atuação dos Cristãos Leigos e Leigas como intenção principal.

Incentivo

Navegar pela rota certa não é uma tarefa confiada só aos nossos esforços, nem depende apenas dos percursos que escolhemos fazer. A realização de nós mesmos e dos nossos projetos de vida não é o resultado matemático do que decidimos dentro do nosso ‘eu’ isolado; pelo contrário, trata-se, antes de mais nada, da resposta a uma chamada que nos chega do Alto. É o Senhor que nos indica a margem para onde ir e, ainda antes disso, dá-nos a coragem de subir para o barco; e Ele, ao mesmo tempo que nos chama, faz-Se também nosso timoneiro para nos acompanhar, mostrar a direção, impedir de encalhar nas rochas da indecisão e tornar-nos capazes até de caminhar sobre as águas tumultuosas”, incentivou o Papa Francisco, em mensagem por ocasião do 57º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, celebrado no 4º Domingo da Páscoa, e que enriquece a vivência do Mês Vocacional no Brasil.

 

Com informações da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

____________________

 

 

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.