Artigos, Dicas de Saúde › 06/04/2017

Sentimento de Culpa (Uma armadilha que nós mesmos criamos)

O sentimento de culpa funciona como um “espinho” em nossa alma. Quando nos sentimos culpados, adoecemos emocionalmente e muitas vezes fisicamente podendo desencadear várias doenças (até um câncer que estava “adormecido “pode começar a se manifestar).

Mas o que está por trás do sentimento de culpa?

Para muitos pode ser uma novidade assustadora: o sentimento de culpa geralmente é causado por nossa onipotência e autovalorização!
A culpa surge do nosso anseio à perfeição, ou seja, quanto melhor uma pessoa quer ser, menos ela admitirá erros. A culpa traz no fundo um delírio de grandeza. A culpa faz com que a pessoa acredite que pode controlar a vida e, quando algo sai de uma forma inesperada, este indivíduo busca respostas para aquela situação, então, acredita que algo que fez causou o acontecimento ruim, ou seja, é uma sensação ilusória de poder, de autovalorização, para tentar superar a real condição de insignificância do ser humano.

Uma frustração muito comum que leva ao sentimento de culpa é achar que é necessário atingir as expectativas dos outros. A liberdade de ser quem é, para aprender e descobrir por si próprio o que traz felicidade é o que muitos almejam na vida, mas não sabem por onde começar a trilhar esse caminho.

Os problemas surgem quando o remorso é guardado e mais do que isso, o sentimento de autopunição, que na grande maioria das vezes pode machucar ainda mais a pessoa que vive com o sentimento de culpa.

A culpa é a principal causa de doenças mentais de origem emocional, pois trata-se de uma dívida impagável. As consequências de guardar o sentimento vão desde tratar mal os outros, viver encontrando culpados para tudo, reclamar sempre, depressão, alcoolismo, vício em drogas e isolamento.

A pessoa que tem o sentimento de culpa acredita que seja uma pessoa responsável e por isso não admite o erro, entretanto isto é uma ilusão. Qual a diferença entre culpa e responsabilidade? Culpa é o sentimento originado da ideia de que as coisas têm que acontecer como a pessoa quer, responsabilidade é assumir que você é responsável por suas atitudes.
Seguem abaixo algumas dicas de como lidar com o sentimento de culpa.

1- Compreenda que você é um ser imperfeito. Para começar a lidar com este sentimento, é necessário, antes de tudo, identificar e assumir o sentimento de grandeza e entender que a vida não está completamente sob nosso controle: não há problema nenhum em errar.

2- Entenda a diferença entre responsabilidade e culpa. Você sempre será responsável por suas ações, entretanto, não cabe a você culpar-se caso algo que fez venha a dar errado.

3- Não guarde o sentimento de culpa, pois é a maior causa das doenças emocionais. O autoperdão (se perdoar) é ainda o remédio mais eficaz.

4 Procure uma orientação com um psicólogo caso o sentimento de culpa já esteja levando a uma doença emocional ou física. Através do auxílio de uma pessoa especializada, você terá a orientação e o aconselhamento adequados para se entender melhor e tratar de uma vez por todas esse perigoso sentimento.

Dr. Rubens Siqueira

Dr. Rubens Siqueira

Ver todos os posts
Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.