Igreja no Mundo › 15/03/2019

Beatificação: padre Jacques Hamel

Reprodução | Vatican News | Padre Jacques Hamel

O sacerdote foi assassinado em 26 julho de 2016, na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray em Rouen, em um ataque de fundamentalistas.

Silvonei José – Rouen

Realizou-se na manhã deste sábado (09/03) na sede da Arquidiocese, a sessão de encerramento da investigação diocesana para a beatificação do padre Jacques Hamel, o sacerdote assassinado em 26 julho de 2016, na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray em Rouen, em um ataque de fundamentalistas. Durante a sessão diocesana – informou uma nota da diocese -, o processo foi sigilado para ser enviado à Congregação para as Causas dos Santos.

Em setembro de 2016, poucos meses após o assassinato do Pai Hamel, em uma missa celebrada na Casa Santa Marta, em um sinal de proximidade aos familiares e a toda a comunidade de Rouen, o Papa Francisco disse: “Ele é um mártir! E os mártires são beatos”. A essas palavras se acrescentou a luz verde para a abertura da causa de beatificação seja por parte da Congregação para as Causas dos Santos seja do próprio Papa, que permitiu derrogar a norma canônica que impõe um período de pelo menos cinco anos antes de abrir o processo em direção à glória dos altares. Um iter que nos últimos tempos foi reservado, por exemplo, a São João Paulo II e Madre Teresa de Calcutá.

Fonte: Vatican News

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.