Cnbb › 25/04/2018

CNBB agradece zelo episcopal de Dom Geraldo Lyrio Rocha a serviço da Igreja

“Agradecemos por tudo o que o senhor nos tem oferecido e permanecemos necessitados da sua colaboração em vários campos de atuação da Conferência”, escreveu o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Steiner, em mensagem de agradecimento ao agora arcebispo emérito de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha.

O pedido de renúncia foi aceito pelo papa Francisco nesta quarta-feira, 25 de abril, de acordo o Código de Direito Canônico, que determina o pedido após o prelado completar 75 anos.

 

 

A trajetória episcopal de dom Geraldo – nascido em 14 de março de 1942, em Fundão (ES) – começou na arquidiocese de Vitória (ES), onde foi bispo auxiliar (1984-1990). Também foi bispo de Colatina (ES), de 1990 a 2002, e arcebispo de Vitória da Conquista (BA), entre 2002 e 2007. Atua em Mariana desde 2007.

Além da Presidência da CNBB (2007 a 2011), dom Geraldo foi responsável pela Liturgia, membro do Conselho Econômico e do Conselho Permanente. Atualmente, faz parte da Comissão Episcopal para a Tradução dos Textos Litúrgicos (Cetel) e da Comissão Especial para a Causa dos Santos. No Conselho Episcopal Latino Americano (Celam), foi membro do Departamento de Liturgia em duas ocasiões (1987-1991 e 1995-1999) e presidente deste mesmo organismo, entre 1999 e 2003. Foi segundo vice-presidente do conselho e delegado da CNBB junto ao colegiado latino-americano (2011-2015).

Também foi delegado da CNBB à Conferência de Santo Domingo (1992); membro ex officio da Conferência de Aparecida (2007). Dom Geraldo ainda foi eleito pela CNBB para os Sínodos: para a América (1997), sobre a Eucaristia (2005), sobre a Palavra de Deus (2008) e sobre a Nova Evangelização (2012). É membro da Pontifícia Comissão para a América Latina (2009-2014).

Leia o agradecimento da CNBB na íntegra:

 

Agradecimento da CNBB a dom Geraldo Lyrio Rocha

 

Brasília, 25 de abril de 2018

 

Prezado Irmão, dom Geraldo Lyrio Rocha.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu, na manhã desta quarta-feira, 25 de abril, o comunicado de que o Papa Francisco aceitou seu pedido de renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Mariana (MG). Queremos nos unir ao clero e às comunidades dessa Igreja Particular para saudar o início de sua emeritude com uma palavra de agradecimento.

Nós, os bispos que atuamos no Brasil, devemos muito ao seu zelo episcopal. Além do período no qual o senhor serviu à Igreja presidindo nossa Conferência, há tantos outros momentos da nossa história que a disponibilidade e a dedicação do senhor nos fizeram e nos fazem tanto bem. A sua presença sempre com uma palavra profunda e de grande força de conhecimento aliado a uma transparente serenidade é motivo de grande alegria e conforto para nós.

Agradecemos por tudo o que o senhor nos tem oferecido e permanecemos necessitados da sua colaboração em vários campos de atuação da Conferência. Pedimos que esse novo período da sua vida seja cumulado de saúde, bênçãos e luz.

Trazemos, para nos ajudar a agradecer, a palavra do Papa Francisco. Ele tem apresentado, com certa frequência, reflexões importantes sobre o papel dos idosos em nossas comunidades: “A Igreja não pode e não quer se conformar a uma mentalidade de impaciência e tão pouco de indiferença e desprezo em relação à velhice. Devemos despertar o sentido coletivo de gratidão, de apreço, de hospitalidade, que façam o idoso se sentir parte viva da sua comunidade […] Uma comunidade cristã em que a proximidade e a gratuidade não fossem mais consideradas indispensáveis, perderia com isso a sua alma. Onde não há honra para os idosos, não há futuro para os jovens” (catequese, 4 de março, 2015).

Renovamos o compromisso de união fraterna com o senhor.

Em Cristo,

 

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.