Cnbb › 26/10/2017

Conselho Permanente

O Projeto da Pastoral Juvenil do Brasil 2017-2020, carinhosamente apelidado de “IDE” foi apresentado aos bispos na 94ª Reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na manhã do dia 24 de novembro. O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, dom Vilson Basso, disse que trata-se da continuidade da ação evangelizadora da Igreja com os jovens após o projeto Rota 300, concluído em outubro deste ano.

O projeto estrutura-se em cinco grandes linhas: a)Missão; b) Capacitação; c) estruturas de acompanhamento; d) ecologia e e) políticas públicas. Segundo dom Vilson, a inspiração para os dois novos eixos (ecologia e políticas públicas) vieram do papa Francisco, por meio da sua encíclica Laudato Si, que trata do meio ambiente, e da Campanha da Fraternidade 2019 que vai tratar do tema das políticas públicas.

Dom Vilson apresenta projeto da Comissão no Conselho Permanente
“Esse será um braço mais interno da Igreja: missão, formação e unidade. Abrimos duas novas frentes que seria a ida para o espaço social que é ‘ecologia e políticas públicas’, a partir das palavras do papa Francisco quando ele diz que quer um milhão de jovens, uma geração inteira vivendo a Doutrina Social da Igreja, então agora continuamos caminhando, firmando os passos e abrindo novos caminhos”, disse dom Vilson.
Outro ponto importante que é favorável a este projeto é o Sínodo dos Bispos 2018, convocado pelo papa, cujo tema é: Os jovens, a fé e o discernimento vocacional. As respostas dos jovens e dioceses brasileiras já foram sistematizadas e enviadas ao Vaticano, segundo o religioso.

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.