› As Aventuras de Pi

Life_of_Pi_2012_PosterEm Life of Pi (As aventuras de Pi), o cineasta Ang Lee mostrou sua versatilidade que não tem limites.  Pi Patel, narra sua aventura a um escritor que busca uma história para seu próximo livro.

Pi é um garoto indiano que cresce em uma família diferente, com uma nova mentalidade. Com pais que acreditam na ciência mais que na religião, Pi busca respostas para questões pessoais em três religiões diferentes, o Hinduísmo, o Cristianismo e o Islamismo, o que o leva a ser repreendido por vezes pelo pai que dizia que acreditar em tudo ao mesmo tempo, é como não acreditar em nada. No entanto, à partir das diversas respostas das religiões, Pi conclui que a fé é uma casa de muitos quartos, onde a dúvida está em todos os cômodos, porque ela faz com que a fé permaneça viva.

O pai do jovem é dono de um zoológico na índia, mas devido a uma crise financeira decide se mudar com a família para o Canadá, e embarcam em um navio de carga levando também todos os animais do zoológico. O navio naufraga durante uma tempestade e Pi consegue sobreviver num pequeno barco com um tigre de bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A hiena mata a zebra e o orangotango, e o tigre mata a hiena, ficando sozinho com Pi.

Na narrativa, o jovem aprende a sobreviver e lidar com os sofrimentos como a fome, o frio e o luto, e também a manter o tigre vivo e principalmente como não ser devorado pelo animal.

Depois de muitas aventuras e de 227 dias à deriva, Pi é resgatado por pescadores na Costa do México, onde acontece a separação entre o jovem e o tigre. Pi é levado para um hospital onde funcionários de uma agência de seguros pedem que ele relate a história para apuração dos fatos. O jovem, emocionado, faz um relato surpreendente, sendo este o momento onde a verdadeira história é revelada.

A fotografia do filme é primorosa, tanto que recebeu prêmio. Uma verdadeira obra de arte do Chileno Claudio Miranda, o que leva o expectador a mergulhar no universo de Ang Lee. Enfim, o longa, nos leva a refletir sobre nossas escolhas e como estas influenciam nossas vidas.

Franciele Barboza
Equipe do Sistema Diocesano de Comunicação

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online