› Madre Teresa

Diante de tantos filmes que gostei demais, que assisti e agregaram muito valor, recomendo tanto religiosos quanto seculares. Mas aqui quero indicar o filme Madre Teresa.

Esse filme mudou minha forma de olhar as pessoas e as situações, ainda mais neste tempo em que vivemos o individualismo e o egocentrismo. Madre Teresa nos ensina o Evangelho de Obras, sem distinção nenhuma. É inspirador! “São mais sagradas as mãos que ajudam, do que os lábios que rezam”. Entendi isso olhando para a vida de Santa Teresa de Calcutá assistindo a esse filme!

Madre Tereza no filme que retrata sua vida tinha uma vida devotada aos pobres, aos doentes e aos esquecidos , era conhecida como “a santa dos pobres mais pobres”, Inês Gonxha Bojaxhiu seu nome original, nasceu em Skopja, capital da atual república da Macedônia, e aos 21 anos, mudando seu nome para Teresa, ingressou em um Convento de Calcutá. Onze anos mais tarde deixaria o mesmo e começaria a trabalhar nos bairros mais pobres da cidade, vindo a fundar em 1946, a Congregação das Missionárias da Caridade. Seu papel em favor dos mais
necessitados rendeu a Madre Tereza o Prêmio Nobel da Paz e o reconhecimento de seu trabalho no mundo. Neste sensível e humano fi lme, o diretor Fabrizio Costa mostra a dedicação, a luta e a intolerância sofrida pela missionária, que será beatifi cada pelo Vaticano, por parte daqueles que não compreendiam seu trabalho.

Madre Teresa: assisti e recomendo!

David Fernandes
Fundador e missionário da Missão Metanoia
S. J. do Rio Preto

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online