› O Nome de Deus é Misericórdia

Em tempos de tantas misérias humanas, em que vemos um mundo cheio de conceitos e pré – conceitos,  vivemos numa época de grande tecnologia e avanços na medicina,  quase achamos que podemos conseguir tudo por nós mesmos, este livro do Papa Francisco nos mostra quão grandioso é reconhecer a nossa pequenez perante Deus, o quanto este ato nos ressignifica e nos torna pessoas melhores e como é grandiosa a graça da  Misericórdia.

No capítulo III do livro ”O Nome de Deus é Misericórdia”, o Papa Francisco começa com uma pergunta: “O que é preciso para obter a misericórdia?” Quando estamos com o nosso coração “despedaçado” reconhecendo as nossas limitações, reconhecendo a nossa humanidade, temos duas opções: nos fechar em nós mesmos, dentro das nossas próprias misérias ou dentro desta consciência que é graça de Deus, reconhecer nossa miséria humana e pedir perdão a Deus. Pedindo, assim, para que ele nos ajude a construir um coração puro.

Ainda nesse capítulo, o Papa Francisco mostra a graça que é reconhecer-se pecador, quando ele disse: “Reconhecer-se pecador é outra coisa. Significa nos colocarmos perante Deus, que é nosso tudo.”

Como essas palavras foram luz na minha vida, poder olhar para minhas misérias humanas e sentir um Deus todo poderoso transformando o meu coração.

Mesmo eu que sou tão pequena, sou digna de tamanha grandeza que é ser purificada por ele, o todo poderoso, o meu Senhor e meu Deus.

Com esta confiança, os dias se tornam mais leves, mais belos, sinto-me mais perto de Deus e  me torno uma pessoa melhor para os meus irmãos.

Uma leitura que irá ressignificar os conceitos do leitor, do que é ser pecador e o que é a Misericórdia de Deus.

Michelle Cristina Magri – Advogada

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online