› Redescobrindo a Eucaristia

8515025353Li e recomendo o livro “Redescobrindo a Eucaristia” do Pe. Cesare Giraudo, sj, renomado liturgista, livro já em 4ª. edição. O autor parte do fato de que no primeiro milênio a comunidade cristã aprendia em igreja o que era a eucaristia, primeiramente no sentido de que no momento da celebração, olhando para o altar, descobriam o verdadeiro sentido do mistério celebrado: “primeiro rezavam e depois criam, rezavam para poder crer, rezavam para saber como e no que deviam crer”, entendendo também no sentido de Igreja, enquanto assembleia que celebra. Portanto, Giraudo quer nos prevenir contra um modo especulativo de abordar o mistério eucarístico, que se arraigou no segundo milênio. Ele centra sua reflexão sobre a Oração Eucarística, apresentando a teologia de cada um de seus elementos, fazendo-nos saboreá-la em sua unidade desde o diálogo invitatório até o Amém final. Termo único desta oração de ação de graças, – eucaristia – “são os ouvidos do Pai, que escuta o clamor de louvor de sua Igreja”[i].

O livro impressionou-me na forma e conteúdo: a simplicidade da linguagem não prejudica em nada a profundidade com que o autor trata do assunto. De fato, logo no início, nos conduz às fontes da vida da Igreja dos primeiros séculos do cristianismo, fazendo-nos ouvir vozes tão firmes quanto fortes, sobre a prática eucarística das primeiras comunidades cristãs. Justino, o leigo mártir (100-165)[ii], que “deixou-nos a mais antiga descrição da missa”; Ambrósio (340-397), Teodoro de Mopsuéstia(350-428),  Agostinho(354-430) e tantos outros que souberam trazer à luz o essencial do mistério de Cristo, vivido em Igreja, no contexto muitas vezes tão difícil da época. Em nossos dias, esta obra poderá ajudar a todos na comunidade cristã, especialmente as equipes de liturgia e catequistas de nossas comunidades.

[i] Cf. pág. 19 [ii] O historiador Jaroslav Pelikan nota que a fé de Justino era alimentada mais pelo que a Igreja confessava a respeito de Cristo do que pela sua própria especulação filosófica.

Irmã Maria Cacilda

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online