› Silêncio

103918.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxxO filme “Silêncio” de Martin Scorsese mostra a dura realidade que os missionários católicos jesuítas enfrentaram no Japão do século XVII. Após as missões realizadas por São Francisco Chavier cem anos antes, o Japão chegou a contar com 300 mil fiéis. No entanto, o Japão daquela época deflagrou uma perseguição terrível contra os católicos, pois a fé chegava por meio das embarcações dos portugueses e isso começou, na visão dos “shoguns” (autoridades japonesas) atrapalhar a hegemonia nacional. O filme mostra o modo como a fé católica era combatida, como obrigavam as pessoas a apostatar (negar a fé) pisando nas imagens de Jesus Cristo e da Virgem Maria, crucificando os que não negavam, matando afogados, torturando, etc. Diante de toda a perseguição, dois sacerdotes jesuítas insistem em ir ao Japão para auxiliar, com os sacramentos, o povo católico japonês que estava sofrendo muito.

O filme mostra  alguns padres que “negam a fé” e sucumbem ao governo japonês (essa é a grande polêmica do filme). Eu assisti o filme “Silêncio” e recomendo, pois mostra o grande trabalho dos missionários e por outro lado como foi terrível as torturas dos japoneses para destruir a fé católica. O que prevalece no filme, apesar de tratar sobre o tema da apostasia, é a fé em Cristo que é guardada até o fim da vida dos missionários e do povo católico japonês.

Pe. Leandro Luis Bernardes
Paróquia Menino Jesus de Praga – São José do Rio Preto

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online