Fotos › 27/11/2017

Dom Tomé visita a paróquia Nossa Senhora de Czestochowa

Nos dias 9, 10, 11 e 12 de novembro de 2017, a Paróquia Nossa Senhora de Czestochowa, no Bairro João Paulo II, e Capela São Miguel Arcanjo, no Residencial Rio Preto I, receberam a visita Pastoral do Bispo Diocesano Dom Tomé Ferreira da Silva. No primeiro dia ele, acompanhado do Padre Tadeusz Szersen, visitaram três doentes e três famílias mais carentes, uma da Capela e duas da Paróquia, e disse que precisamos lançar um olhar mais sensível ao sofrimento alheio.

No dia 10, ele se encontrou com funcionários e voluntários da Paróquia, e disse que o voluntariado é um trabalho muito importante para a comunidade. Orientou sobre as leis, e disse que é preciso deixar tudo sempre bem documentado para não ter problemas futuros. Falou que precisamos ter um olhar diferenciado com os jovens porque estão cada vez mais afastados das Igrejas e enchendo os presídios e clínicas, tudo por causa das drogas. À noite celebrou uma Missa na casa do Paroquiano e Diácono, Clóvis José Ribeiro, onde boa parte da comunidade participou.

No sábado, dia 11, se reuniu com os membros do CPP (Conselho Pastoral Paroquial) e o CPAE (Conselho Pastoral Administrativo e Econômico), orientou sobre alguns assuntos financeiros novos implantados na diocese e leis trabalhistas que devem ser seguidos. Também pediu para as pastorais terem um olhar diferenciado para os novos modelos de famílias e que a Igreja Católica não pode ser contrária, temos que respeitar as diferenças, que é o que o Papa Francisco nos pede, “o amor acima de tudo”. Logo após participou da Oração do Terço e celebrou a Santa Missa.

No domingo dia 12, à tarde, encontrou-se com lideranças civis, profissionais liberais que trabalham no bairro, e também funcionários, professores, coordenadores, diretores das três creches que a Cáritas

Paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Czestowocha administra, e da escola Municipal Jacy Salles da Silva. Falou sobre a atual situação que nossa cidade, e principalmente o bairro João Paulo II, enfrenta. Ele Pediu, entre outras coisas, que os profissionais das escolas levem esperança para as pessoas, e enfatizou que, quando as pessoas perdem a esperança, elas perdem tudo. Por isso, o número de suicídios está aumentando em nossa cidade. Depois ouviu algumas pessoas que puderam expor suas dificuldades e demandas; uma delas, a diretora da Escola Jacy Salles, que citou o caso dos funcionários terceirizados das escolas municipais (aux. de limpeza e de cozinha) que não receberam o salário do mês e também a falta dos “Anjos da Guarda” que tomavam conta das escolas e foram dispensados; ela disse “como levar a esperança para estas pessoas que não tem nem alimento dentro de casa?”.

Em seguida Dom Tomé presidiu a Adoração ao Santíssimo Sacramento e celebrou a Santa Missa. Em sua homilia de despedida, deixou algumas instruções para a comunidade. “Buscar a Luz da Palavra de Deus e constituir uma comunidade de fé e esperança viva e forte”. A vivência do amor e da família, dedicação ao próximo e cuidado com a Igreja também foram elencados por Dom Tomé.

A comunidade ficou muito honrada com a visita do nosso bispo , que lembrou sobre o que o Papa Francisco nos pede “uma Igreja fundamentada na conduta da saída, da solidariedade, da acolhida e do serviço, missionário”.

Aldaisa Antoniassi
Paróquia Nossa Senhora de Czestochowa



Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.