Fotos › 30/10/2017

Paróquia São Pedro reinaugura Salão Paroquial

A  comunidade da paróquia São Pedro Apóstolo da cidade de Mirassol celebrou no dia 30 de outubro a reinauguração do Salão Paroquial Padre Ernesto, em memória do primeiro pároco da comunidade. O imóvel que fica localizado na Rua Sete de Setembro, n.º 1966, no Centro, teve sua reforma iniciada em 07 de agosto e finalizada no dia 27 de setembro, data da reinauguração.

Mesmo em noite chuvosa a participação da comunidade foi expressiva. Após o momento de introdução, ministrado pelo jovem Leonardo Prajo, o Padre Mário Ustaszewski deu boas vindas a todos e convidou as autoridades presentes a desfazer o laço da fita colocada em uma das duas portas de acesso ao salão.

Já acomodados no salão paroquial, Leonardo convidou a todos para o descerramento da placa comemorativa dedicada ao Padre Ernesto e a todos colaboraram na reforma e restauração do prédio.

Foi destacado que Padre Ernesto, mais conhecido como Padre Fina, nasceu na Itália no dia 30 de novembro de 1867, sendo desconhecida a data ou época que chegou ao Brasil, mas que em 1922, já se encontrava nesta cidade passando então a acompanhar as obras da Igreja. Em 1928, antes do término das obras a Igreja já se fazia aberta para o culto divino. Registra a história que Padre Ernesto foi o primeiro pároco da Paróquia São Pedro Apóstolo sendo pela sua construção. No dia 15 de agosto de 1930, dia de festa da Assunção de Nossa Senhora, inaugurou-se a Igreja que foi dedicada a São Pedro Apóstolo. Lamentavelmente, no dia 14 de novembro de 1930, o Padre Ernesto foi assassinado, sabendo-se que de fato ele não viu sua obra totalmente concluída, mas que levou em seu coração a alegria pela obra que havia construído. Junto da porta da sala do dízimo da Paróquia há uma lápide onde se encontra inscrito o nome do Padre Ernesto Maria de Fina. O Decreto de criação da Paróquia ocorreu em 20 de dezembro de 1922.

Descerrada a placa, manifestaram-se José Carlos Bozelli, tesoureiro da Paróquia, André Vieira, Prefeito desta cidade, Egídia Ustaszewski, designer de Interiores e por último Padre Mário.

Egídia, responsável pela reforma e restauração, destacou que foi concluída em apenas 82 dias, ganhando um novo e lindo visual, rico em detalhes e conforto.

Padre Mário, grato por mais uma realização da comunidade, considerou que o Padre Ernesto morreu como mártir por ter sido uma pessoa que se sacrificou e sustentou a fé cristã.

O local foi abençoado e a reinauguração foi finalizada com show do renomado pianista Juliano Piloni, acompanhado de seu baterista, que abrilhantaram ainda mais a bela noite. Foram servidos refrigerantes, deliciosos salgados e finos doces artesanais.

Colaboração: Antonio Afonso dos Santos e Roberto Leonel Sabion



Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.