Começa hoje o período de pagamento do IPVA 2020

Esta quinta-feira (9) é a primeira data do calendário de pagamento do Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) de 2020 no Estado de São Paulo. Proprietários de veículos com placa final 1 podem optar por fazer o pagamento à vista ou parcelar.

Quem escolher fazer o pagamento à vista pode garantir desconto de 3% do valor total. Já quem optar por pagar a primeira das três parcelas, o valor se mantém integral.

Segundo o economista Hipólito Martins, com a inflação mais baixa, o desconto compensa. “Nós vamos ter uma inflação de 4% este ano. Então os 3% a menos, pagando à vista, valem a pena”, afirma Martins.

O economista explica que, a não ser que o proprietário não tenha o dinheiro em mãos, o interessante é sempre pagar à vista. “O ideal é sempre pagar à vista, mas jamais pegar dinheiro emprestado para pagar o IPVA, seja parcelado ou à vista. Só pague com o próprio dinheiro”, falou Martins.

É possível também fazer o pagamento do valor integral direto na data referente à segunda parcela, porém sem nenhum desconto. “Se tiver o dinheiro, não é mau negócio. Mas não é tão bom como pagar na primeira”, afirma.

Os proprietários de veículos movidos a gasolina e os carros flex recolherão 4% sobre o valor venal do automóvel. Já os veículos que funcionam somente com álcool, eletricidade e gás, ou com a combinação desses combustíveis, têm alíquota de 3%.

Confira abaixo o calendário de vencimentos do IPVA 2020 de SP para automóveis, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus, motos e similares:

Os proprietários de veículos também já podem pagar o seguro DPVAT de 2020. O seguro obrigatório deve ser quitado, uma única vez ao ano, com o vencimento da cota única ou da primeira parcela do IPVA.

O pagamento dos tributos, além de eventuais multas, é indispensável para fazer o licenciamento anual do veículo, realizado diretamente no Detran-SP.

Consulta do IPVA

A consulta ao valor e o pagamento do IPVA podem ser realizados na rede bancária, por meio dos terminais de autoatendimento, pela internet ou diretamente nas agências. Basta ter o número do Renavam do veículo.

Também é possível verificar o valor diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/). Na consulta via portal, além do número do Renavam, é necessário informar a placa do veículo.

O contribuinte que desejar também pode optar por antecipar o pagamento dos tributos e fazer o licenciamento, sem a necessidade de esperar a data de vencimento (conforme o número final da placa do veículo).

Neste ano, a desvalorização dos veículos usados provoca redução média de 3,54% do IPVA em São Paulo. O dado é da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), que pesquisou 11.868 diferentes marcas, modelos e versões de veículos.

O contribuinte que deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic.

Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto. Se continuar inadimplente, o débito irá para a dívida ativa.

Fonte: DL News

 

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.