Esporte

Por GloboEsporte.com, Americana, SP

A primeira fase da Série A3 do Campeonato Paulista terminou em campo, mas tem clube que ainda almeja uma mudança de última hora que pode mexer tanto com o G-8 quanto com a zona de rebaixamento.

O Rio Branco denunciou o São Carlos à procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de São Paulo. O motivo é uma suposta irregularidade com os documentos de Omar Curi, técnico da equipe nas três rodadas finais.

O Tigre alega que o ex-técnico do São Carlos, Luiz Muller, procurou a Federação Paulista de Futebol (FPF) para dizer que recebeu apenas a parte registrada em carteira e que o São Carlos ainda deve uma parte acertada por fora, o chamado direito de imagem. Assim, com valores devidos o time não poderia ter regularizado Curi.

O Rio Branco acredita que, caso o São Carlos seja considerado culpado, perderá os nove pontos dessas partidas, o que pode tirá-lo da zona de rebaixamento à quarta divisão. Em contato com a reportagem do GloboEsporte.com, Muller alega que procurou a FPF para se informar sobre como receber o que teria direito, não para denunciar o ex-clube.

“É tudo conversa fiada. É um processo trabalhista e os caras querem transformar em perda de pontos. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Eu procurei (a Federação Paulista de Futebol) para ver os meus direitos. A Federação explicou e agora eu tenho que mover uma ação trabalhista para receber o que eu tenho direito. Só isso”.

Segundo o presidente do São Carlos, Carlos Alberto Antunes, não houve rescisão porque foi Luiz Muller quem deixou o clube para assumir o Fernandópolis. Houve acerto do último salário no ato da saída, o que, de acordo com o dirigente, tira qualquer culpa por parte do São Carlos.

A denúncia também interessa ao Rio Preto, nono colocado. Como o São Carlos se classificou em oitavo lugar e pega a líder Portuguesa Santista neste sábado, às 11h, o Jacaré tem pressa por uma decisão, já que, em caso de perda de pontos do adversário, a equipe entraria no G-8 e manteria o sonho do acesso para a Série A2.

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.