No total, 59 presos não retornaram para o CPP após saidinha

Foto por: Divulgação/ Governo do Estado de São Paulo | CPP de Rio Preto conta com mais de 1,9 mil detentos

Após a saidinha de Natal, 59 presos não retornaram ao Centro de Progressão Penitenciária de Rio Preto. O informe foi feito pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) nesta quarta-feira (8).

Ao todo, 1.524 detentos efetuaram o pedido de liberdade provisória ao juiz de Execuções Criminais de Rio Preto, Evandro Pelarin. No entanto, apenas 1.339 foram deferidos. Destes, 1.280 retornaram para o cumprimento da pena, enquanto 59 permanecem foragidos. Construído com para abrigar 1 mil presos, o CPP conta com quase o dobro da capacidade, 1,9 mil.

Já no Centro de Ressocialização Feminino (CRF), o retorno das presas foi integral. Lá, diferentemente do presídio masculino, todas as 48 reeducandas foram monitoradas por meio de tornozeleira eletrônica.

Os foragidos já constam como procurados no sistema da Polícia Militar e perdem automaticamente o direito ao regime semi-aberto e passam a cumprir pena em regime fechado.

Fonte: DL News

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.