Palavra do Bispo › 23/03/2018

NOSSA SENHORA DA BOA ESPERANÇA

No mundo marcado pela velocidade, pelo movimento, “onde tudo é para ontem”, como é difícil esperar. Esperar incomoda, provoca ansiedade, irritação. Desespero é não saber esperar. Saber esperar não é comodismo, é estratégia e solução. “Quem espera tudo alcança. ” “Caminhar de esperança em esperança” é preciso. “A esperança é a última que morre. ” Das virtudes teologais, a mais “frágil” é a esperança, mas é ela que dá as mãos à fé e à caridade.

Sobre o pós sepultamento de Nosso Senhor Jesus Cristo, diz o evangelista Lucas: “As mulheres voltaram para casa e prepararam perfumes e bálsamos. E, no sábado, repousaram, segundo o preceito” (Lc 23, 56). Certamente, foi também o que fez Nossa Senhora. Ela retirou-se para alguma casa em Jerusalém ou nas cercanias.

Como foi o sábado santo de Nossa Senhora? Para onde ela e João voltaram na noite de sexta feira? O que se passava em seu coração? O sábado santo de Maria foi o dia da boa esperança da ressurreição. Ela vivia os fatos à luz das profecias. Ela guardava no coração os ensinamentos do Filho. Esperava a ressurreição. É o sábado da esperança. O sábado da espera. E no sábado da espera contemplamos Nossa Senhora da Boa Esperança. Na noite escura de Nossa Senhora há um “fio” de luz, assegurado pela esperança da ressurreição. Na noite de Nossa Senhora não há treva absoluta, mas uma noite que germina a esperança, como a terra que acolhe a semente e lhe permite nascer. No sábado santo, o coração de Nossa Senhora é o terreno fértil que acolhe a semente da esperança. Por isso é boa. Boa esperança. Nossa Senhora da Boa Esperança!

O que eu espero? Em quem eu espero? Quais são minhas esperanças? Qual minha primeira e última esperança? Eu creio em Deus? Eu creio em Nosso Senhor Jesus Cristo, o Divino Salvador? Eu creio na ação do Divino Espírito Santo? Eu creio no céu? Eu creio na vida eterna? Eu creio na ressurreição dos mortos? Eu creio na ressurreição da carne? Eu tenho esperança? Eu sou esperança? Eu sou esperança para quem?

Nossa Senhora da Boa Esperança, rogai por nós!

+ Tomé Ferreira da Silva
Bispo Diocesano de São José do Rio Preto/SP

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.