Especiais › 07/11/2016

O dia do Cristo Rei é o dia dos Leigos

ddn1No dia 27 de Novembro a Igreja no Brasil celebra, juntamente com a festa de Cristo Rei, o Dia do Leigo. É uma ocasião propícia para refletirmos sobre a identidade e missão dos cristãos leigos e leigas, que formam a imensa maioria do Povo de Deus e são a esperança de renovação da Igreja e do Mundo.

Desde a renovação eclesiológica explicitada pelo Concílio Vaticano II, passamos a compreender que o cristão leigo é também protagonista na e da Igreja, não é um fiel de pertença menor ou inferior, a quem faltasse algo da comum dignidade cristã, pelo contrário, a vocação laical é tão importante quanto às demais vocações. Porque a dignidade cristã vem pelo Batismo, de onde brotam todas as vocações: leiga, religiosa, diaconal, presbiteral e episcopal. Ou seja, todas as vocações são muito importantes e necessárias, mas a fonte de todas elas é o Batismo. É por ele que recebemos cada um na Igreja uma vocação e devemos vivê-la intensamente a serviço do Reino de Deus.

Este ano a Conferência dos Bispos do Brasil aprovou um documento chamado: “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – sal da terra, luz do mundo”. Neste documento se afirma que a primeira e imediata tarefa dos leigos e leigas não é a criação e o desenvolvimento da comunidade eclesial – esse é o papel específico dos pastores – mas levar o Evangelho e os valores do Reino de Deus no vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também no mundo da cultura, das ciências e das artes, da vida internacional, dos meios de comunicação, e como na família e na educação das crianças e dos adolescentes, no trabalho profissional etc. Mas também os leigos e leigas são chamados a participar na ação pastoral da Igreja.

Os cristãos leigos e leigas devem se empenhar para a construção efetiva do Reino de Deus, que é o reino da santidade, da graça, da verdade, da vida, da justiça, do amor e da paz. É assumindo de fato a missão específica de sermos discípulos missionários de Jesus Cristo que podemos sonhar com uma nova ordem social.

É por isso que o dia do leigo é celebrado na festa de Cristo Rei, porque o leigo é chamado a assumir uma identidade crística. Chamado cada vez mais a recriar hoje e sempre a mensagem e os gestos de Jesus de Nazaré na história, de forma inovadora e adequada à personalidade de cada um, à cultura e aos tempos. Enfim, a festa de Cristo Rei é um momento importante para refletirmos sobre a nossa corresponsabilidade na construção do Reino.

Érico Fumero, Doutor em Filosofia pela Universidade de Santiago de Compostela-Espanha. Professor de Filosofia no Seminário de São José do Rio Preto.

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.