Outubro, mês missionário

Outubro, mês missionário

14/10/2015 0 Por Diocese de São José do Rio Preto

Todo cristão batizado é chamado a ser discípulo e missionário de Jesus Cristo: discípulo enquanto seguidor do Senhor, e missionário, enquanto testemunha de sua salvação.

Mas de maneira especial, o candidato à vida sacerdotal tem um compromisso maior para com o discipulado e para com a missionariedade. O seminarista é chamado a demonstrar, com a sua resposta ao chamado de Deus, o seu seguimento a Jesus Cristo e a sua missão de torná-lo conhecido e amado, anunciando-o a todos os que estão à sua volta. Assim, prepara-se para a grande missão que lhe será confiada quando receber o sacerdócio ministerial.

A centralidade da missão é sempre Jesus Cristo, e o objetivo da atividade missionária é dirigir os corações das pessoas a Ele, para crerem em Sua palavra, Nele se converterem e Nele esperarem. Assim, a Igreja cumpre sua missão no mundo, comunicando o Evangelho a toda a criatura, conforme ordenou o mestre: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15).

Estar em missão é estar disposto a anunciar sempre, por palavras e obras, a pessoa de Jesus Cristo. De modo mais concreto, é sair ao encontro das pessoas, fortalecer aquelas que já fazem a experiência do amor de Deus e levar a esperança àquelas que, ainda, não experimentaram desse amor. Nisso, cumpre-se o desejo do Papa Francisco que, já no início de seu pontificado, ressaltou o seu desejo de uma Igreja missionária, uma Igreja que saia às ruas.

Foi com esse intuito que, na última semana de julho deste ano, todos os seminaristas foram enviados em missão. Numa sociedade e num mundo sedento de paz, o tema da semana missionária dizia: “Jesus Cristo é nossa Paz!” (cf. Ef 2,14-16). Cada seminarista pode se inserir na realidade das diferentes comunidades em que estiveram presentes e sentir o que o povo sentia. A presença de cada um deles foi um sinal de esperança para as pessoas que, em cada gesto, palavra e experiência trocada, via uma luz no fim do túnel, diante das dificuldades, dores e sofrimentos.

Rezemos, pois, pela Igreja e pela sua atividade missionária no mundo, a fim de que mesmo diante das adversidades, possa comunicar a Boa Nova de Jesus a toda criatura. E reze pelos seminaristas, para que a vida de todos eles seja um constante atividade missionária em favor das comunidades.

Seminarista Paulo Henrique de Castro
Seminário Maior Diocesano