Notícias Diocesanas › 26/09/2019

Paróquia pediu a Deus chuva e foi atendida

Depois de 23 dias de secura intensa e muito calor, Rio Preto amanheceu – como estamos acostumados a falar –  ao frescor das águas da primavera. Sim, no início da primavera a primeira chuva caiu durante a madrugada, de forma mais tímida, e se intensificou ao longo desta quarta-feira, 25 – no acumulado, foram 50 milímetros (mm) até as 15h.

Os termômetros caíram e ficaram em torno dos 20 graus Celsius, com umidade relativa do ar passando dos 60%. Alívio na qualidade do ar.

A chegada da chuva marcou o fim do período de seca mais severo de Rio Preto em seis anos – levantamento do Semae mostra que de maio ao dia 24 choveu 86 mm, enquanto nos cinco anos anteriores, choveu de 130 a 280 mm de água no mesmo período.

A primavera chegou, com ela veio a chuva e nos sentimos aliviados. O que os jornais não noticiaram e que a gente traz com exclusividade é que na terça-feira, dia 24, um dia antes de cair a tão esperada chuva, católicos rezaram pedindo chuva a Deus. Entre eles, os fiéis da Paróquia São Sebastião, de Talhado, que rezaram durante um mês nas intenções das Missas pedindo chuva. Eles marcaram para o dia 24 uma Missa própria para intensificar o pedido.

Padre Carlos Ciol, padre da paróquia São Sebastião, explica o que o levou, junto com a comunidade de Talhado, a rezar pedindo chuva a Deus.

Ouça e compartilhe!

Com informações do Diário e da Rádio Interativa FM

 

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.