Igreja no Mundo › 18/01/2019

Cardeal Koch: A unidade é um dom

Saudação do Cardeal Kurt Koch no final cerimônia das Vésperas que dão início à Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2019

Cidade do Vaticano

 

Vésperas na Basílica de São Paulo Fora dos Muros (Vatican Media)

 

O cardeal Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, no final da cerimônia das Vésperas para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, dirigiu uma breve saudação ao Santo Padre.

Oração para a unidade
O Cardeal recordou a importância da oração na tradição ecumênica afirmando que “a unidade é o fundamento do todo o esforço ecumênico. De fato, o que originou o movimento ecumênico foi exatamente a introdução da Semana de Oração que tomou a forma de iniciativa ecumênica”.

Com a oração nós cristãos – continuou o cardeal – exprimimos a nossa convicção de fé, segundo a qual sozinhos não temos condições de fazer unidade a partir de nossas próprias forças. Nem podemos definir-lhe a forma e o tempo de realização, mas podemos apenas recebê-la como dom do Espírito Santo”.

“A unidade é um dom, é grátis, é uma graça”, como foi recordado na Declaração Conjunta da Doutrina da Justificação assinada 20 anos atrás.

Justiça e misericórdia são indissociáveis
O cardeal exortou a aceitar que “não somos justos em base às nossas forças, mas somos justificados por mérito de Cristo. Somente assim podemos nos empenhar em favor da justiça, como exorta o tema da Semana deste ano: Procurarás a justiça, nada além da justiça”.

Concluindo o cardeal disse para recordar que justiça e misericórdia são indissociáveis, pois o significado da justificação pela graça divina pode ser anunciado através da mensagem da misericórdia de Deus.

E vice-versa, à luz da misericórdia divina, mais claramente se delineia a fé na doutrina da justificação, em seu pleno significado existencial.

Fonte: Vatican News

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.