SANTO ESTEVÃO COMO INSPIRADOR DO DIACONATO PERMANENTE

SANTO ESTEVÃO COMO INSPIRADOR DO DIACONATO PERMANENTE

26/12/2017 0 Por Diocese de São José do Rio Preto

Podemos nos espelhar em vários momentos da nossa Igreja, dentre eles, o martírio de Estêvão, um dos sete primeiros diáconos nomeados e ordenados pelos apóstolos, e o primeiro mártir. Seu martírio é recordado no dia 26 de dezembro e se datou entre os anos 31 e 36 da era cristã.

Estêvão, vivendo seu diaconato, trabalhava para servir, na comunidade, aos pobres, aos perseguidos, aos humildes, órfãos e viúvas. Era cheio do Espírito Santo e assim como todos aqueles que servem e dão testemunho de Jesus Cristo, também Estêvão foi perseguido e caluniado, tendo por sentença de morte o apedrejamento.

Mas antes deu um maravilhoso relato de toda a economia da salvação e podemos meditar seu discurso citado nos Atos dos Apóstolos, nos capítulos 6 e 7. Aqui é que seu martírio nos chama a atenção. Naquela época, com tão pouco recurso e informação, como Estêvão teve tanta graça e precisão! De onde veio tanta sabedoria e dedicação nas palavras, a firmeza e a precisão que pronuncia seu discurso? Vemos que sua força e toda graça são provenientes da sua verdadeira fé e nesta fé ele se entrega todo à ação do Espírito Santo.

Temos hoje tantas e tantas formas e fontes de informação dentro da nossa Igreja, seguindo a Tradição, a Sagrada Escritura, a sucessão apostólica e o Magistério da Igreja; temos a liturgia, os tempos litúrgicos que vivemos e, ainda assim, não conseguimos nos abrir à ação do Espírito Santo em nossas vidas.

Estevão era um verdadeiro ministro da Igreja, que não perdia a oportunidade de evangelizar e falar do Cristo ressuscitado. Hoje, como primeiro grau da Ordem, o diácono percorre o mesmo caminho de Estêvão, o caminho de evangelizar, de falar do Cristo ressuscitado, estar a serviço. Por isso, temos Santo Estêvão protomártir como espelho de nossas vidas, pois seu martírio convida-nos a abrir-nos totalmente à ação do Espírito Santo e trilhar o caminho de santidade ao qual somos chamados a partir do nosso batismo.

Santo Estêvão, rogai por nós!

Luis Feltrin
Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus

Compartilhe: