Igreja no Mundo › 27/04/2020

Um domingo marcante

Reprodução: Vatican News | 27/07/20 – 14h49

 

“Foram sacerdotes, bispos e papas do século XX. Conheceram as suas tragédias, mas não foram vencidos por elas. Mais forte, neles, era Deus”, foi um trecho da homilia do Papa Francisco na missa de canonização.

 

Recordam-se neste 27 de abril os seis anos da canonização dos Papas João Paulo II e João XXIII – ocasião solene que teve a participação de Bento XVI na santa missa presidida pelo Papa Francisco na Praça São Pedro.

Em tempos de distanciamento social, é impressionante recordar as imagens daquele domingo; e tocante foi a homilia do Santo Padre, da qual propomos um trecho:

 

“São João XXIII e São João Paulo II tiveram a coragem de contemplar as feridas de Jesus, tocar as suas mãos chagadas e o seu lado trespassado. Não tiveram vergonha da carne de Cristo, não se escandalizaram d’Ele, da sua cruz; não tiveram vergonha da carne do irmão (cf. Is 58, 7), porque em cada pessoa atribulada viam Jesus. Foram dois homens corajosos, cheios da parresia do Espírito Santo, e deram testemunho da bondade de Deus, da sua misericórdia, à Igreja e ao mundo.

Foram sacerdotes, bispos e papas do século XX. Conheceram as suas tragédias, mas não foram vencidos por elas. Mais forte, neles, era Deus; mais forte era a fé em Jesus Cristo, Redentor do homem e Senhor da história; mais forte, neles, era a misericórdia de Deus que se manifesta nestas cinco chagas; mais forte era a proximidade materna de Maria.”

____________________

 

 

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online

Deixe o seu comentário

Você deverá estar conectado para publicar um comentário.