Comunidade Canção Nova

Em 1978, a Canção Nova é fundada por 12 jovens e um seminarista salesiano do 4º ano de Teologia, Jonas Abib. A história começa em 1968, como os primeiros encontros de jovens. A base da missão era lhes proporcionar o encontro pessoal com Cristo. No final de 1969, o jovem Jonas descobriu que estava tuberculoso e se transferiu para um sanatório em Campos do JorLogo-CNdão (SP); onde, além de se tratar, passou vários meses evangelizando. Preocupado com sua recuperação, o superior dele o enviou novamente para Lorena.

No dia 2 de novembro de 1971, Padre Haroldo Rahn, da Renovação Carismática Católica ofereceu um encontro para os seminaristas de Lorena sobre a efusão e os dons do Espírito Santo. Daí em diante começou a caminhada para o que hoje é a Comunidade Canção Nova. A partir de 1972, começaram as experiências de oração no Espírito Santo, em Lorena. Assim, Padre Jonas já tocava na essência de sua missão: preparar um ambiente propício para que as pessoas pudessem ter o primeiro encontro pessoal com Cristo. A necessidade de um local apropriado para os encontros começou a surgir. Uma fazenda em Areias (SP) apareceu com a Divina Providência e a partir daí nasceu a Associação Canção Nova. Dois anos depois, Deus providenciou um objetivo maior e a primeira Casa de Missão começou a ser construída na cidade vizinha, em Queluz (SP). Batizada de “Canção Nova – a Casa de Maria”, o nome aponta a origem do que se tornaria a Comunidade mais tarde. Em junho de 1976 foi realizado o primeiro encontro: um Maranathá de moças.

A partir de um encontro, em 1976, com Dom Antônio Afonso de Miranda, na época bispo de Lorena (SP), nasceram as bases evangelizadoras da Canção Nova. Chamado ao escritório episcopal, padre Jonas, então com 37 anos, recebeu a missão de colocar em prática a Exortação Apostólica “Evangelii Nuntiandi”: Evangelização no Mundo Contemporâneo, assinado pelo Papa Paulo IV em 8 de dezembro e publicado em 21 de dezembro de 1975. O Santo Padre reconhecia no item 44 desse documento que “os batizados não são evangelizados”.

Durante os anos de 1976 e 1977, padre Jonas oferecia encontros chamados “Catecumenatos” – um curso de catequese para jovens. Os pais, vendo a transformação dos filhos, também queriam participar.

Passado um tempo, padre Jonas sentiu a necessidade de lançar um desafio à juventude: iniciar um “Catecumenato” interno, no qual os jovens deixariam a família, a casa e os estudos para se entregarem ao Espírito Santo. Os jovens de Queluz foram os primeiros a ser chamados e doze deles aceitaram a missão. No dia 2 de fevereiro de 1978, dava-se inicio à Comunidade Canção Nova com o seu primeiro compromisso.

Em 1979, logo depois do Rebanhão [retiro aberto realizado nos dias de Carnaval, em Cruzeiro (SP)], os enviados do Senhor começaram a construção de quatro casas em Cachoeira Paulista. Como ganharam apenas uma faixa do terreno, não era conveniente espalhar mais casas porque sabiam que iriam precisar da área restante para outras construções; então, foi feito apenas um sobrado.

Depois de alguns anos, foram adquiridas mais terras e hoje o local conta com cerca de 372 mil m², onde fica o Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes (para 70 mil pessoas); o Rincão do Meu Senhor (para 4 mil pessoas); e o Auditório São Paulo (para 700 pessoas). Cachoeira Paulista é a sede da comunidade.

 

Rua XV de Novembro, 3131 – Centro
CEP 15015 110 – São José do Rio Preto – SP
Fone: (17) 3233 4600 / 3354 4024
E-mail: eventosriopreto@cancaonova.com

Addthis Facebook Twitter Google+ PDF Online