À luz de Bento XVI, Pastoral oferece refeições

À luz de Bento XVI, Pastoral oferece refeições

06/01/2023 Off Por SEDICOM

“…no seio da comunidade dos crentes não deve haver uma forma de pobreza tal que sejam negados a alguém os bens necessários para uma vida condigna.” Papa Bento XVI na Encíclica “Deus Caritas Est”

No dia de ano novo e, também, comemoração da Solenidade de Maria, Mãe de Deus, a Pastoral do Povo em Situação de Rua, pela Graça de Deus, mais uma vez se reuniu para auxiliar e acolher aqueles que estão à margem da sociedade. Foi um momento de partilha, comunhão e oração com nossos irmãos e irmãs em situação de vulnerabilidade social no primeiro dia do ano.

Que em 2023 peçamos ao Espirito Santo que toque todos os nossos corações para que possamos ser instrumentos do amor de Deus na vida dos seres humanos que mais precisam do nosso amparo e também de toda a Criação. Em cumprimento a Palavra de Deus, que sigamos em oração por todos os governantes que no primeiro dia do ano tomaram posse; de modo a optarem, por meio de políticas públicas, de “forma preferencial pelos empobrecidos”. (1º Timoteo 2, 1-2)

Por fim, olhemos os Santos, aqueles que praticaram de forma exemplar a caridade. Penso, de modo especial, em Martinho de Tours († 397), primeiro soldado, depois monge e Bispo: como se fosse um ícone, ele mostra o valor insubstituível do testemunho individual da caridade. Às portas de Amiens, Martinho partilhara metade do seu manto com um pobre; durante a noite, aparece-lhe num sonho o próprio Jesus trazendo vestido aquele manto, para confirmar a perene validade da sentença evangélica: « Estava nu e destes-Me de vestir (…). Sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a Mim mesmo o fizestes » (Mt 25, 36.40).” Papa Bento XVI na Enciclica “Deus Caritas Est”.

Colaboração
Dener Ricardo Venturinelli
Pastoral do Povo em Situação de Rua

Compartilhe: