Devoção popular ao Senhor Bom Jesus

Devoção popular ao Senhor Bom Jesus

04/07/2017 0 Por Diocese de São José do Rio Preto

A devoção popular ao Senhor Bom Jesus possui suas raízes em Portugal, de onde foi levada aos países de colonização portuguesa, dentre eles o Brasil. Sob essa invocação, venera-se a imagem de Jesus Cristo, em especial no momento em que Ele se encontra na casa de Pilatos, onde foi julgado, condenado, coroado de espinhos, zombado, cuspido e sofreu tantas outras torturas. É o Cristo sofredor.

Essa imagem de Jesus toca o imaginário religioso do povo que vê uma semelhança, guardadas as devidas proporções, entre Cristo e ele, povo, que também sofre. Diante da imagem do Senhor Bom Jesus desenvolve-se o sentimento de piedade, solidariedade, compaixão e, consequentemente, a devoção, pois aquele que crê percebe logo que o seu sentimento em relação a Cristo tem reciprocidade. Também Cristo se compadece do sofrimento humano e, pela fé do povo, isso se torna uma força intercessora capaz de uma retribuição sem paralelo. O Senhor Bom Jesus também é venerado como crucificado, caso das devoções nos Santuários de Senhor do Bom Jesus da Lapa e Senhor do Bonfim, ambos na Bahia.

No aspecto litúrgicocelebrativo, conforme uma determinação da Igreja, todas as festas particulares de Nosso Senhor Jesus Cristo que não tem dia próprio assinalado devem ser celebradas no dia 06 de agosto. Assim se explica a celebração, no Brasil, da festa do Senhor Bom Jesus no dia da festa da Transfiguração,  em 06 de agosto.  Mas esse dia  não é unanimidade: em alguns lugares celebra-se o Senhor Bom Jesus no dia 14 de setembro, dia da Exaltação da Santa Cruz. No Santuário do Senhor do Bonfim,  ele é celebrado no dia 31 de dezembro.

Celebrar o Senhor Bom Jesus representado iconograficamente na casa de Pilatos ou como crucificado na festa da Transfiguração, parece causar certa estranheza, pois há um contraste entre o Cristo do Tabor (glorioso) e o Senhor Bom Jesus (sofredor). Porém, há de se ressaltar que o Tabor foi uma preparação próxima para o grande mistério da Paixão e Morte de Cristo e a glória ali manifestada, uma antecipação da sua ressurreição.

A devoção ao Senhor Bom Jesus permite fazer a experiência da bondade de Deus que o próprio Jesus revelou no diálogo com o homem rico que o chamou de “bom mestre” e Jesus lhe disse que “somente Deus é bom” (Lc 18,19), propondo-lhe assim, reconhecê-lo como Deus. É também uma resposta de reconhecimento e gratidão a Deus por tão grande amor com que nos abençoou, dando-nos o seu Filho para ser o nosso Salvador.

Pe. Sidney Roberto Martins
Paróquia Senhor Bom Jesus – Potirendaba

Compartilhe: