Missa de Abertura Sinodal em Âmbito Diocesano

Missa de Abertura Sinodal em Âmbito Diocesano

18/10/2021 Off Por Marcos Perussi

“Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão”. O Sínodo dos Bispos já é uma realidade na Diocese de São José do Rio Preto. O arcebispo de Ribeirão Preto e administrador apostólico (sede vacante) local, dom Moacir Silva, presidiu a Celebração Eucarística que selou o compromisso com a vivência de um tempo de escuta em todas as Paróquias dessa Igreja Particular. Essa é apenas uma das etapas de um processo amplo e mundial incentivado pelo Papa Francisco e que se desenvolverá entre 2021 e 2023. Ainda antes do início do encontro, na Catedral de São José, no domingo, 17 de outubro, foi constituída a Comissão Diocesana que animará os trabalhos nesse período.
Incentivo
À luz da Palavra de Deus, dom Moacir destacou que, ao viver o Sínodo em São José do Rio Preto, os Diocesanos estarão em comunhão com toda a Igreja. Seria, segundo o administrador apostólico, a sinodalidade aquilo que Deus espera da igreja no terceiro milênio; recordando que o projeto de Deus não está tão distante de nós, pelo contrário, deve se encontrar no nosso coração. “É no mais profundo do nosso ser que Deus nos fala”, completou o religioso.
Ainda segundo o epíscopo, escutar é a palavra de ordem da fase Diocesana do Sínodo. “Precisamos ouvir o maior número de pessoas”, incentivou. Nesse contexto, e citando o Santo Padre, sobre o ato de ouvir, dom Moacir recordou que devemos estar atentos ao que o Espírito Santo indica. “Fazer Sínodo significa caminhar juntos. É o senhor Jesus que apresenta-se, a si mesmo, como Caminho, Verdade e Vida. A sinodalidade é muito mais que encontros ou assembleias de Bispos, ela especifica o modo de agir da Igreja; o ser comunhão no caminhar juntos”, garantiu o religioso.
A partir da “missão” do Espírito Santo, que é a de recorda tudo o que Jesus nos diz, fazer Sínodo – em outras palavras – é colocar-se no mesmo caminho do Verbo feito Homem; considerando percursos e linguagens novos. “Não nos blindemos nas nossas certezas. Muitas vezes as certezas nos fecham em nós mesmos. Sejamos peregrinos abertos às surpresas do Espírito Santo. Enquanto procuramos o Senhor é Ele, por primeiro, que vem ao nosso encontro com amor”, completou dom Moacir.
Gesto simbólico
Na etapa final da Celebração, concelebrada por padres da Diocese e acompanhada por diáconos, seminaristas e religiosos, símbolos para a fase de escuta do Sínodo (banner e vela) foram entregues aos representantes de cada Paróquia. Serão sinais junto ao Povo de Deus que deverá ser escutado em todos os cantos e de todas as formas; em especial nas “periferias existenciais”; onde dom Moacir pediu que os Diocesanos também transitem. Proferida a bênção, o Povo de Deus, sob a proteção de São José, rezando pelas famílias, seguiu em missão por uma Igreja Sinodal.

TEXTO/FOTOS
André Botelho
Santuário São Judas Tadeu

São José do Rio Preto/SP

COORDENAÇÃO

Padre Gerson Cavalim

 

Missa de Abertura Sinodal em Âmbito Diocesano -

Missa de Abertura Sinodal em Âmbito Diocesano - Vídeo 02

Compartilhe: