Serviço Social São Judas Tadeu recebe a visita de Dom Vilar

Serviço Social São Judas Tadeu recebe a visita de Dom Vilar

06/04/2022 Off Por SEDICOM

São João Bosco tinha especial predileção pelos jovens. Foi esse o carisma assumido pelo bispo de São José do Rio Preto, Dom Vilar, quando de seu ingresso na Ordem Salesiana. Na tarde dessa quarta-feira, 6 de abril, o religioso visitou o Serviço Social São Judas Tadeu e, ao interagir com crianças e adolescentes, teve a oportunidade de reafirmar o seu compromisso vocacional com a juventude.

A Banda da Entidade, sob a regência do educador Jurandyr Passoni, apresentou alguns números musicais. Preparado pela padaria do São Judas, o lanche partilhado com o bispo já foi apresentado como sinal do curso de salgadeiro (que acolherá a sua primeira turma já no mês de abril). A ideia, segundo o presidente do Instituto, padre Luiz Caputo, é voltar a atuar na linha da formação profissional. “Esse ano, em parceria com o Poder Público, ampliamos a faixa etária de atendimento. Agora vamos dos 6 aos 18 anos. Também aumentaremos a quantidade de educandos; hoje cerca de 400”, disse o presbítero que é, também, coordenador diocesano de pastoral. “O bispo é gente boa. Ele fala bastante de Deus é isso é bom”, celebrou o educando Carlos Eduardo Pereira dos Santos, 12 anos.

Outros espaços foram visitados por Dom Vilar: a sala de conhecimentos teóricos (reformada com recursos doados por casal dos Estados Unidos), o Laboratório de Informática (recentemente modernizado para abrigar o Curso de Especialização em Pacote Office) e o estúdio de TV (que conta com assessoria técnica da Comunic; empresa de comunicação de São José do Rio Preto). “Fica uma palavra de gratidão a todos que trabalham nessa Obra, na pessoa do padre Luiz Caputo”, encorajou Dom Vilar.

História
O Serviço Social São Judas Tadeu foi fundado em 1962 pelo padre Ângelo Dell’Oro. No início dos anos 2000, a Diocese de São José do Rio Preto assumiu os trabalhos e o bispo à época, Dom Orani João Tempesta (hoje cardeal na arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro) confirmou o padre Luiz Caputo como presidente. O presbítero aumentou a quantidade de educandos (passando de 220 para os atuais 400), abriu novos cursos, saneou as dívidas e fez reformas e ampliações.

Outra ação importante, orientada pelo padre Caputo, foi o resgate da Festa das Nações. Não realizado por conta da pandemia nos últimos dois anos, o evento acontecerá nos dias 16, 17 e 18 de junho de 2022. Uma nova disposição de barracas, novas atrações e comidas típicas farão parte do “cardápio solidário”.

 

TEXTO | FOTOS
André Botelho
Jornalista / Assessoria de Comunicação
Serviço Social São Judas Tadeu

Compartilhe: